Quarta-feira, 24 de Março de 2010

FATALIDADE E DESTINO

Fatalidade para Aurélio Buarque de Holanda é a qualidade de fatal. E fatal é o determinado, o marcado, o fixado pelo destino. Mas eu pergunto, será que a nossa vida está predeterminada? Que o nosso destino está traçado?

Em “O livro dos Espíritos” nós lemos “A fatalidade, como vulgarmente é entendida, supõe a decisão prévia e irrevogável de todos os acontecimentos da vida, qualquer que seja a sua importância. Se assim fosse, o homem seria uma máquina destituída de vontade”. Por que pensemos, se tudo já estivesse escrito ninguém seria responsável por falta alguma e nem tão pouco teria mérito por coisa nenhuma, tudo seria obra do acaso, o que é inadmissível. Por que tudo nos leva a crer que não existe acaso.

A espiritualidade diz na questão 851 também de “O livro dos Espíritos” que “A fatalidade não existe senão para a escolha feita pelo espírito, ao encarnar-se, de sofrer esta ou aquela prova; ao escolhê-la, ele traça para si mesmo uma espécie de destino, que é a própria conseqüência da posição em que se encontra”. É por isso que na verdade fatalidade não é uma palavra vã, ela existe no gênero de existência que nós escolhemos como prova, expiação ou missão. Porém com o nosso livre arbítrio temos a liberdade de alterarmos, aproveitando ou não estas escolhas feitas na espiritualidade. Também é verdade que existem escolhas quase impossíveis de serem alteradas, as doenças congênitas, por exemplo. Todavia mesmo assim nós podemos aproveitar ou não estas provas, expiações ou missões.

Fatal só o fato de que vamos um dia biologicamente morrer, por que todo o resto, a cada momento estamos transformando, reescrevendo. O destino é quase sempre a conseqüência de nossas atitudes mentais e comportamentais. Esse raciocínio está reforçado em “O Livro dos Espíritos” quando a espiritualidade diz: “ Não acrediteis, porém, que tudo que acontece esteja escrito como se diz. Um acontecimento é quase sempre a conseqüência de uma coisa que fizeste por um ato de tua livre vontade, de tal maneira que, se não tivésseis praticado aquele ato, o acontecimento não se verificaria”. Por isso quando algo está dando errado é porque nós tomamos o caminho errado se mudarmos o caminho mudaram também os resultados.

A espiritualidade nos ensina a ver nos acontecimentos negativos e perturbadores muito mais que fatalidade, mas, o fruto de nossas escolhas equivocadas, não só de outras encarnações mais também, de agora. E nos acontecimentos bons e positivos, muito mais que predestinação, e sim, o acerto nas escolhas e retidão nas atitudes. Os espíritos nos ensinam que por mais difíceis que se apresentem as situações, nós somos senhores dos nossos destinos, que podemos com o nosso livre arbítrio alterarmos as nossas escolhas para trazermos o melhor para nossa existência, sabendo que mais evolui quem melhor aproveita as oportunidades.

Diz Divaldo Franco: “Você é, o que fez de si, mas você será o que faça de você”. Reflita...
PUBLICADO POR SÉRGIO RIBEIRO às 00:02

LINK DO POST | COMENTAR | favorito
|

.MAIS SOBRE MIM

.PESQUISAR NESTE BLOG

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27

.POSTS RECENTES

. FÉ RACIOCINADA

. COISAS TERRÍVEIS E INGÊNU...

. CAIM FUNDOU UMA CIDADE SE...

. OS HERÓIS DA ERA NOVA

. CONFLITOS E PERFEIÇOAMENT...

. GRATIDÃO: UM NOVO OLHAR S...

. PERDÃO DE DEUS

. A FÉ: MÃE DA ESPERANÇA E ...

. NO CRISTIANISMO RENASCENT...

. EM PAUTA – A TRISTE FESTA

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds