Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

QUEREMOS VER DEUS

 

Narra João, no capítulo quatorze do Evangelho, que Jesus falava aos discípulos, no sermão do Cenáculo, preparando-os para sua partida, em breve, procurando solidificar-lhes a fé pela maior compreensão da vida espiritual, quando Filipe o interrompeu:
__ Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta.
Talvez tenhamos pensado também, um dia, com a objetividade do apóstolo: Em vez de muitas palavras, longos discursos, extensas explicações, se Deus existe, que Ele nos apareça, que no-lo mostrem, e não perguntaremos mais nada.
Deus, porém, é Espírito, como o esclareceu Jesus à mulher samaritana (João 4, vs. 24), e o que é de natureza espiritual não pode ser visto com os olhos da carne.
Os olhos do corpo não permitem enxerguemos diretamente os espíritos. A não ser que estes estejam temporariamente materializados, quando, então, todos que não sejam cegos os poderão ver. Ou quando causam efeitos em nosso meio ambiente, como o resplendor que assinalou para Paulo, na estrada de Damasco, a presença de Jesus.
Os que vêem Espíritos enxergam-nos com os olhos da alma, pelas faculdades do seu perispírito, modernamente estudadas como percepção extrasensorial.
Quando Felipe pediu “Mostra-nos o Pai”, Jesus redargüiu:
__ Estou convosco há tanto tempo e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim, vê o Pai; como é que tu dizes; Mostra-nos o Pai?
Quem tivesse “olhos de ver”, quem soubesse observar, analisar e sentir, reconheceria em Jesus a mais alta expressão de espiritualidade que a Terra já pode receber. Uma natureza espiritual encarnada a revelar a sabedoria e o amor de Deus, seu divino Criador.
Filipe convivia com Jesus há anos, ouvira seus ensinamentos, presenciara seus admiráveis feitos. Se não se dera conta da realidade espiritual, que em Jesus atuava através de um corpo de carne, de modo visível para os olhos de todos, como poderia, então, “ver” Deus, puramente espírito?
Não será com os olhos da carne que veremos Deus. Nem ao desencarnar o enxergaremos, se não tivermos desenvolvida a sensibilidade para tanto.
Os véus que nos encobrem a visão de Deus não estão sobre a face divina mas em nós mesmos e chamam-se ignorância, orgulho, materialismo.
Mas desde já, exercitando a inteligência e a sensibilidade para acima e além da matéria, poderemos perceber Deus na vida universal, no micro e no macrocosmo. E quanto mais desenvolvermos e apurarmos nossas faculdades espirituais, mais veremos a Deus e o sentiremos. Em nós, em tudo e em todos.
Tribuna Espírita, Maio/Junho De 2001.
 
 
PUBLICADO POR SÉRGIO RIBEIRO às 03:57

LINK DO POST | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.MAIS SOBRE MIM

.PESQUISAR NESTE BLOG

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27

.POSTS RECENTES

. FÉ RACIOCINADA

. COISAS TERRÍVEIS E INGÊNU...

. CAIM FUNDOU UMA CIDADE SE...

. OS HERÓIS DA ERA NOVA

. CONFLITOS E PERFEIÇOAMENT...

. GRATIDÃO: UM NOVO OLHAR S...

. PERDÃO DE DEUS

. A FÉ: MÃE DA ESPERANÇA E ...

. NO CRISTIANISMO RENASCENT...

. EM PAUTA – A TRISTE FESTA

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds